quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Top 10 - Maiores Rivalidades entre Seleções

10 - Itália x França



   Começamos o Top 10 com um clássico europeu. Itália e França tem grande histórico de confronto em Copas do Mundo e Eurocopa. Craques como Paolo Rossi, Pirlo, Platini e Zidane já se enfrentaram em finais de competições. Tiveram muitos jogos decisivos em Copas do Mundo, omo em 1986 pelas oitavas de final, onde os atuais campeões foram eliminados pelos franceses com derrota de 2x0. Em 1998, nova vitória francesa, nas quartas de final, somente nos pênaltis os campeões daquela edição conseguiram o triunfo. Mas o grande duelo foi pela final da Copa de 2006, com empate no tempo normal de jogo a decisão foi para os pênaltis. A França não pode contar com Zidane, que havia sido expulso por cabeçada em Materazzi. Com isso, a Itália venceu por 5x3 e se tornou tetracampeã mundial. Em eurocopas, as equipes também já decidiram título, em 2000, com vitória francesa somente na prorrogação, com gol de Trezeguet, que seis anos depois viria a perder pênalti decisivo na final da Copa do Mundo.


9 - Brasil x França



  Na 9ª posição, um duelo de más lembranças aos brasileiros. Brasil e França já se enfrentaram 4 vezes em Copas do Mundo. O único triunfo brasileiro foi na semifinal da Copa de 1958. Após isso, houveram mais 3 jogos entre as equipes e todos com derrotas, e de forma dolorosa. A primeira delas foi na Copa do Mundo de 1986, nas quartas de final, onde no tempo normal as seleções empataram em 1x1, com direito a pênalti perdido por Zico, que não estava em suas melhores condições. Na disputa de penalidades, Zico converteu, mas viu Sócrates e Júlio César perderem, e a equipe de Platini avançar. Doze anos depois, Brasil e França voltaram a se enfrentar, dessa vez numa Final de Copa em território francês. O carrasco dessa vez foi Zidane, que marcou duas vezes sobre um Brasil abalado por problemas na concentração, onde Ronaldo teve uma convulsão e mesmo assim foi a campo, não tendo sucesso. Novamente nas quartas de final, dessa vez na Alemanha em 2006, Zidane novamente brilhou e deu passe para gol de Henry, em falha defensiva de Roberto Carlos. O jogador já havia falhado no 1º gol francês em 98. Assim, Brasil novamente eliminado, com um grande time em campo.


8 - Inglaterra x Escócia 


   Na 8ª posição, um clássico sem tradição de copa do mundo, mas o mais rico em história; O clássico entre britânicos é o mais antigo do mundo, tendo início em 1872 com os países precursores no futebol. Disputaram muitos clássicos na extinta Copa Britânica de Seleções durante 100 anos, entre 1884 e 1984. A Inglaterra sempre teve supremacia sobre os rivais do norte, não só em campo mas também fora dele. O domínio inglês sobre os escoceses sempre os revoltaram, gerando muitas vezes brigas entre hooligans dos dois países. Mas em 1977, os escoceses puderam libertar-se disso. Em duelo no velho Wembley, escoceses tomaram o estádio e viram uma vitória histórica de sua seleção sobre a Inglaterra por 2x1. Os fanáticos invadiram o campo, mas não para brigar, e sim para festejar de uma forma incrível, onde a polícia não conseguiu os conter e os torcedores chegaram até a invadir os vestiários para comemorar. Em 2014, em amistoso realizado na Inglaterra, os escoceses foram derrotados por 3x1. Semanas depois, os escoceses votaram contra a independência do país, continuando assim dependente do Reino Unido.



7 - França x Alemanha

   Em 7º lugar, um dos grandes clássicos europeus. Alemanha e França, além de rivais em Guerras e de possuir grandes líderes do passado, como Napoleão e Hitler, tiveram grandes duelos nas Copas do Mundo em 1982 e 1986, ambas nas semifinais e com triunfo alemão. Em 1982, na época a Alemanha Ocidental fez um dos grandes jogos da história das Copas contra a França. No tempo normal, empate por 1x1. Na prorrogação, uma grande reviravolta. Logo nos primeiros oito minutos, a França marcou dois gols e abriu 3x1 no placar. Ainda no primeiro tempo do tempo extra, o artilheiro alemão Rummenigge que tinha acabado de entrar diminuiu o placar. E aos 108 minutos, Fischer empatou levando o jogo para os pênaltis. Na disputa, a grande virada se concretizou, com o goleiro alemão Schumacher pegando dois pênaltis e levando a Alemanha a final. Em 1986, um jogo sem muitos sustos. A Alemanha abriu o placar logo no início, e mesmo sendo pressionada pela França, marcou o segundo no final e chegou a final, e novamente sendo vice campeã. Mais recentemente, na Copa do Mundo de 2014, a futura campeã Alemanha bateu a França nas quartas de final por 1x0, concretizando uma supremacia alemã sobre os franceses. 



6 - Alemanha x Argentina



   O 6º lugar vai para as atuais campeã e vice da Copa do mundo de 2014. Os dois protagonizam o recorde de decisões na copa. A primeira dessas finais foi em 1986, na Copa do México e os nossos vizinhos hermanos sagrou-se bicampeão em cima dos alemães por 3 a 2. Quatro anos mais tarde, na Copa de 1990 na Itália, os alemães deram o troco e bateram a seleção de Maradona e Caniggia por 1 a 0 com um gol de pênalti na etapa final. Anos mais tarde em 2006, a anfitriã Alemanha, voltou a bater os argentinos, mas, dessa vez em uma decisão de pênaltis nas quartas de finais daquela edição. Em 2010, mais uma vez os hermanos foram vítimas dos europeus nas quartas de finais e o time de Messi comandado por Maradona, voltou para casa levando na bagagem um 4 a 0 amargo. Na ultima edição da Copa do Mundo, aqui no Brasil, seria a chance dos argentinos devolverem o troco das duas últimas elliminações, mas, o time de Messi e Dí Maria não suportou o grande time alemão de Toni Kroos, Muller, Ozil e outros. A Alemanha se sagrava tetracampeão mundial com um gol de Mario Gotze já na prorrogação e mais uma vez em cima dos argentinos.



5 - Brasil x Itália


                 

   Abrindo nosso top 5 com as duas seleções com mais títulos em copas do mundo, brasileiros e italianos tem muitas histórias para contar. O primeiro jogo desse grande confronto foi realizado na Copa do Mundo de 1938 e na ocasião a seleção italiana acabou vencencendo a brasileira por 2 a 1. Ambos decidiram juntos 3 finais de copas do mundo, a primeira delas em 1970 o time canarinho bateu a azurra por 4 a 1 e faturou o tricampeonato mundial. Já em 1982, a poderosa seleção brasileira recheada de craques como Zico, Falcão, Sócrates e Toninho Cerezo, foi derrotada pela Itália de Paolo Rossi por 3 a 2 nas quartas de final daquela ediçao. Mais tarde na copa de 1994, a turma de Romario e Bebeto voltou a vencer a Itália em uma emocionante disputa por pênaltis com direito a pênalti perdido por Baggio e tetracampeonato da seleção brasileira. No histórico do confronto Brasil e Itália se enfrentaram 16 vezes sendo 8 vitórias da seleção brasileira, 5 vitórias da seleção italiana e 3 empates.


4 - Argentina x Uruguai 



   Na 4ª posição, temos um dos grandes clássicos sul americanos e mundiais. Países que são separados pelo Mar del Plata e que tem torcidas apaixonadas e jogadores extremamente raçudos protagonizam clássicos incríveis. Fizeram parte do primeiro amistoso entre seleções fora da Grã Bretanha, em 1901, e tem o maior número de duelos, o clássico mais vezes disputado no mundo. O equilíbrio em títulos é enorme, sendo ambos bicampeões mundiais e olímpicos, e os maiores campeões da Copa América, tendo o Uruguai com 15 conquistas contra 14 argentinas. As seleções se enfrentaram somente uma vez na história das Copas, mas em uma grande final, de 1930, a primeira copa realizada e em solo uruguaio, com vitória dos donos da casa por 4x2. Tradicionalmente, nas eliminatórias, o confronto entre os países é o ultimo e costuma ser decisivo. Nas eliminatórias para Copa de 2010, a Argentina bateu o Uruguai no Centenárioe, a seleção de Maradona, a duras penas, se classificou para o torneio. Já nas eliminatórias para 2014, novamente no Centenário, foi a vez do Uruguai bater a Argentina e conseguir classificação para a Copa.



3 - Argentina x Inglaterra



   Com a medalha de bronze, o maior clássico entre sul americanos e europeus. Argentinos e ingleses já se enfrentaram 5 vezes em Copas do Mundo, mas a rivalidade começou em 1966, em partida disputada pelas quartas de final em solo inglês, quando o jogador Rattín zombou da bandeira inglesa e sentou no tapete exclusivo da Rainha, gerando raiva nos ingleses. Mas a rivalidade chegou a essa 3ª posição devido ao confronto de quartas de final da Copa de 1986. Um dos maiores jogos da história, cercado de polêmica, já que a 4 anos atrás Inglaterra e Argentina estavam em Guerra pelas Ilhas Malvinas. Dentro de campo, Maradona provou ser um dos maiores da história, marcando o Gol do Século onde dribla meio time inglês, além do polêmico gol de mão, ou "La mano de Dios", como o mesmo chamou. Vitória por 2x1 e classificação garantida, além de vingança pela derrota na Guerra. As seleções voltaram a se enfrentar na Copa de 1998, jogo válido pelas oitavas de final com empate no tempo normal e vitória argentina nos pênaltis. Por último, jogo da 1ª fase em 2002, com vitória inglesa por 1x0, que ajudou a eliminar os hermanos ainda na 1ª fase. 


2 - Itália x Alemanha

            

   O nosso segundo lugar vai para as duas maiores potências do futebol europeu. Ambas as seleções participaram de 18 edições da Copa do Mundo e cada uma ganhou 4 títulos. Na Copa de 1982 acontecia o mais importante confronto entre essas duas durante a final daquele torneio. A super Itália de Paolo Rossi bateu os alemães por 3 a 1 e sagrou-se tricampeã mundial. Anos mais tarde em 2006, na Copa do Mundo da Alemanha, a  incrível Itália de Pirlo, Cannavaro e Del Piero, surpreendeu os donos da casa e os eliminou na semifinal da competição e foi para a final contra a França, conquistando o tetracampeonato mundial. A hegemonia italiana não para por aqui. Na Eurocopa de 2012, a seleção italiana que não era favorita, voltou a eliminar os alemães em uma semifinal pelo placar de 2 a 1 com dois gols de Balotelli. No retrospecto de jogos entre as duas equipes foram 32 confrontos, sendo 15 vitórias da azurra, 7 vitórias alemã e 10 empates.

 

1 - Brasil x Argentina



   Na 1ª posição, nada melhor que um bom e velho Brasil x Argentina. O maior clássico das Américas e do mundo tem a rivalidade aumentada por muitos, como a velha frase "Ganhar é bom, ganhar da Argentina é melhor ainda!". Porém, os países tem relação amigável. No futebol, as equipes já se enfrentaram em 4 Copas do Mundo. Em 74 e 82, vitórias tranquilas do Brasil sobre os hermanos. Em 1978, o empate por 0x0 foi o menor do destaques, já que na última partida da segunda fase a Argentina precisava de golear o Peru, e conseguiu por placar de 6x0, onde muitos afirmam haver combinação de resultados e aliança entre os governo ditadores dos dois países. Já na copa de 1990, vitória argentina por 1x0 nas oitavas de final, com o inesquecível gol de Caniggia após jogada de Maradona. As seleções também já decidiram a Copa das Confederações de 2006, com goleada do grande time brasileiro que viria a fracassar no ano seguinte, além de inúmeras Copa América e a antiga Copa Rocca, hoje Supeclássico das Américas. Outro fato que acirra a rivalidade é o fato de os dois maiores jogadores da história, Pelé e Maradona, serem respectivamente brasileiro e argentino, e sendo de difícil acordo entre a população dos dois países parta a escolha de um. Ingredientes de uma grande rivalidade que, sem dúvidas, é a maior do futebol mundial. 





4 comentários:

  1. Copa das Confederações foi em 2005 e não em 2006 cara!

    ResponderExcluir
  2. Copa das Confederações foi em 2005 e não em 2006 cara!

    ResponderExcluir
  3. pra mim é Holanda x alemanha, e Brasil x Holanda

    ResponderExcluir
  4. Depois dos 7x1 da Alemanha sobre o Brasil na Copa de 2014 em pleno Brasil (e ainda saindo campeã) e a final das Olimpíadas em pleno Rio de Janeiro, esse passou a ser o maior clássico chegando a ponto de superar Brasil x Argentina.

    ResponderExcluir